http://www.fci.be/en/

ORIGEM:

França

 

DATA DA PUBLICAÇÃO DO STANDARD OFICIAL EM VIGOR:

25-03-2003

 

CLASSIFICAÇÃO FCI:

Grupo 6     - Cães tipo sabujo, cães de rasto e raças semelhantes.

Section 1.3 - Cães tipo sabujo de tamanho pequeno. Sujeitos a provas de trabalho.

CLASSIFICAÇÃO F.C.I.:

Grupo 6: Cães tipo Sabujo, Cães de Rasto e Raças Semelhantes
Sector 1.3.: Cães de tamanho pequeno
Estalão FCI: nº 36
País de origem: França
Nome no país de origem: Basset Fauve de Bretagne

UTILIZAÇÃO:

Cão sabujo utilizado para a caça ao coelho, lebre, raposa, veado, corço e javalí -Sujeito à prova de trabalho 



CABEÇA
Crânio: bastante alongado com a protuberância occipital marcada. Visto de frente, crânio tem a forma de um arco achatado e diminui a sua largura na direcção do occipital para as arcadas superciliares, que não são muito proeminentes.


Nota: um pouco mais marcado que no Griffon Fulvo da Bretanha.

REGIÃO FACIAL
Trufa: negra ou castanho-escuro. Narinas bem abertas.
Focinho: de preferência mais afilado que quadrado.
Lábios: cobrindo bem o maxilar inferior, mas sem excessos. Os bigodes são pouco abundantes.
Maxilares / Dentes: os maxilares e os dentes são fortes, com uma mordedura em 4 tesoura, perfeita e regular.

Os incisivos superiores cobrem os inferiores em contacto estreito. A inserção dos incisivos é perpendicular em relação aos maxilares.

Ausência dos PM1 (primeiros pré molares) não deve ser penalizada.
Olhos: nem proeminentes, nem de inserção profunda. De cor castanho-escuro. A conjuntiva não deve ser aparente. A expressão é vivaz.
Orelhas: finamente inseridas em linha com os olhos, apenas alcançando a ponta da trufa, quando puxada para a frente. Terminadas em ponta, viradas para dentro e coberta com pêlos mais curtos e finos que no resto do corpo.

PESCOÇO:

Bastante curto e musculado.

TRONCO:
Dorso: curto para um Basset e largo. Nunca selado.
Lombo: largo e musculoso.
Peito: alto e largo.
Costelas: bastante redondas.
Abdómen: a linha inferior tem ligeira elevação em direcção ao posterior.

CAUDA:

Portada ligeiramente em foice, de comprimento médio, grossa na sua base, frequentemente coberta com pêlos espetados e afilada em direcção à ponta. Em acção a cauda é portada acima da linha do dorso e descreve movimentos laterais regulares.


MEMBROS

 

MEMBROS ANTERIORES
Visto em conjunto: boa ossatura.
Ombros: oblíquos e bem inseridos no tórax
Cotovelos: inseridos nos eixos do corpo.
Antebraços: verticais ou ligeiramente curvados para dentro.
Metacarpos: vistos de perfil, ligeiramente oblíquos.

Vistos de frente, inseridos nos seixos do corpo ou ligeiramente desviados para dentro (o que não é procurado na criação).

MEMBROS POSTERIORES
Visto em conjunto: bem musculosos. Os membros são regulares. Vistos por trás, os posteriores são paralelos, nem abertos nem fechados.
Coxas: longas e musculadas.
Jarretes: descidos e moderadamente angulados.
Metatarsos: verticais.

PATAS:

Compactas, com os dedos juntos, arqueados e com unhas fortes. As almofadas plantares são duras.

MOVIMENTAÇÃO:

Flexível e regular, jamais saltitante.

PELE:

Bastante grossa e flexível. Ausência de barbelas.

PELAGEM
Pêlo: muito duro, seco, curto, nunca lanoso ou encaracolado. A face não deve ser muito emaranhada.
Cor: fulvo, desde o trigo dourado até ao vermelho tijolo. Alguns pêlos escuros dispersos ao nível do dorso e nas orelhas são tolerados.

As vezes apresentam a pequena estrela branca no peito, mas não é objectivo de busca na criação.

ALTURA
Machos e Fêmeas: de 32 cm à 38 cm.
Com tolerância de 2 cm para exemplares excepcionais.

 

 

 


FALTAS
Qualquer desvio nos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exacta proporção de sua gravidade.

FALTAS GRAVES
Comportamento
· Timidez

Cabeça

  • Crânio largo, achatado ;

  • Arcadas superciliares proeminentes demais ;

  • Focinho curto ou pontudo. Lábios pendentes ou pesados ;

  • Olhos claros ;

  • Orelhas planas e largas.


Tronco

  • Corpo de aparência frágil ;

  • Linha superior insuficientemente estendido ;

  • Ventre adelgaçado.


Cauda

  • Desviada.


Membros

  • Ossatura insuficiente ;

  • Patas espalmadas.


Pelagem

  • Insuficiente, rasa, fina, macia.


FALTAS ELIMINATÓRIAS

  • Cão agressivo ou medroso.

  • Falta de características típicas (todo exemplar cujas características o diferenciam de outros exemplares da raça).

  • Prognatismo inferior ou superior.

  • Olhos muito claros.

  • Despigmentação parcial ou total da trufa ou nas bordas dos olhos ou lábios.

  • Cauda quebrada.

  • Membros anteriores tortos.

  • Pelagem longa ou lanosa.

  • Qualquer outra pelagem que não tenha sido citada no padrão.

  • Qualquer outro tamanho que não tenha sido estabelecido no padrão.

  • Notável incapacidade. Malformações anatómicas.


NOTAS:

  • Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa.

  • Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

Pode desliguar a música aqui
  • -
00:00 / 00:00
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now